sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Em memória ao Pe. Jacques Hamel

A Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) decidiu honrar a memória do Padre Jacques Hamel, barbaramente assassinado em 26 de julho passado, com uma ação concreta que vai além das recordações, das belas palavras e das justas considerações destes últimos dias: o apoio à formação de 1.000 sacerdotes em todo o mundo.
“Depois do brutal assassinato de Padre Jacques – explica o Diretor da AIS/Itália, Alessandro Monteduro – pensamos muito em como responder a tanto horror e sobre como homenagear um sacerdote que por quase sessenta anos serviu incansavelmente à Igreja. Chegamos à conclusão que a melhor forma talvez fosse dedicar a ele um projeto para a formação de 1.000 novos sacerdotes, que para nós, precisamente como foi Padre Hamel, são ‘soldados da fé’”.
O mundo passou a conhecer o pároco francês somente na manhã em que foi morto no momento em que celebrava a Missa na Igreja de Saint-Etienne-du-Rouvray, próximo a Rouen.
“Nós, da Ajuda à Igreja que Sofre – completa Monteduro – estamos convencidos que, exatamente como cada alto ministro de Deus, ele também desejasse ver a própria vocação renovada nos milhares de jovens que em todo o mundo respondem com um “sim” ao chamado do Senhor. Esta é o nosso modo de reagir à barbárie”.
Por Rádio Vaticano